Em meio às armadilhas da autossabotagem, é normal que você desenvolva a superproteção do ego. Para não se machucar, o ego cria a ideia de que afastar-se de pessoas, lugares e situações pode ser a melhor alternativa para evitar qualquer dano.

O ego trabalha ativamente para que você não volte a sentir as mesmas emoções negativas do passado. E, por isso, ele faz com que você bloqueie qualquer ação que se assemelhe àquela que te provocou a dor emocional.

Como se fosse uma máquina, seu ego automaticamente cria um padrão de identificação de ações que não sejam boas para você. E, ao mesmo tempo, estabelece um padrão de reação quando em contato com essas situações traumáticas. São os dois lados da superproteção do ego.

 

Consequências da superproteção do ego

Por exemplo, a ausência de amor, carinho e apoio de um pai durante a infância faz com que algumas pessoas busquem parceiros continuamente, na expectativa de que eles poderão preencher esse vazio. O mesmo para a falta do amor materno. E assim, vemos adultos agindo como crianças nessa busca incessante para preencherem esse buraco.

A sensação de incapacidade faz com que outros fujam de novas oportunidades ou de ousar e colocar as próprias ideias em prática. Isso acontece porque, em algum momento, essas pessoas foram criticadas ou ouviram um “não” como resposta. Elas não absorveram bem essa negativa por estarem fora da sua verdade e essência, e geraram esse bloqueio. Para elas, é melhor nem tentar, já que não vão conseguir.

E mesmo que tentem, o ego é ágil e cria diversos empecilhos para fazê-las mudarem de ideia. É o instinto da superproteção do ego.

Por isso, é preciso que você saiba que a superproteção esconde sua luz.

Para se libertar destes contratos do passado, é preciso reconhecer que os bloqueios existem e deve começar a dar uma chance para si mesmo. Sim, porque estes bloqueios fazem com que você duvide do seu valor e do que está trazendo para o mundo.

 

E como saber se estou me protegendo e me sabotando?

É simples: o que é que você gostaria de manifestar e que ainda não conseguiu? Um emprego melhor, um relacionamento mais saudável, uma vida mais tranquila?

Identifique o que não conseguiu ainda e observe quais os motivos internos para tal superproteção do ego. Digo internos porque o próprio ego também te ajuda a encontrar culpados para tudo, menos você. Veja em que momento, que reação ou pensamento fez com que você mudasse de ideia ou adiasse usando alguma desculpa.

Essa análise vai te ajudar a se reencontrar com a sua verdade. É fazendo a faxina das crenças limitantes, bloqueios e reações que você poderá identificá-la. Nada que não ressoe com a sua essência deve ficar nos seus registros akáshicos. Os fatos e o aprendizado a partir deles não podem ser apagados, mas a interpretação que você colocar sobre eles sim.

 

Limpezas

Nas sessões de limpezas akáshicas promovidas no programa Vortex, os exercícios trabalham as suas vibrações e te ajudam a eliminar estas crenças e bloqueios ligados à superproteção acumulados ao longo dos anos. Essas práticas de limpezas farão com que você volta a reconhecer a sua verdade e todo o potencial que a sua alma trouxe pronto para manifestar nesta existência.

 

Foto: rawpixel /Unsplash


Patricia Missakian
Patricia Missakian

Fundadora do Akashic Records Institute