A maioria de vocês me conhece como professora dos Registros Akáshicos e você provavelmente já vem me vendo ensinando e compartilhando sobre os Registros por um bom tempo agora. Mas nem sempre fui uma professora. Na verdade, até alguns anos atrás, fiquei aterrorizada com o pensamento de ficar na frente das pessoas e ensinar qualquer coisa.

Difícil de acreditar, certo? Agora que eu ensino cursos, eu vou no Facebook Live e falo em eventos ao vivo regularmente. Você pode pensar que isso é “natural” para mim, mas a verdade é que não foi uma jornada fácil para chegar aqui! Haviam muitas barreiras e desafios no caminho que eu não poderia nem ter imaginado.

O mais surpreendente de tudo foi que o Instituto Registros Akáshicos, meu negócio mais bem sucedido até o momento, nasceu a partir de uma situação que parecia um grande desastre comercial.

Era algo que parecia uma perda total mas que transformou-se em uma vitória linda para mim, tanto nos negócios como na vida.

Através de todas as minhas experiências, tanto as boas quanto as ruins, aprendi a confiar em mim, seguir o meu caminho e permitir que os Registros Akáshicos me guiem na minha jornada. Eu vou compartilhar com você como os Registros me ajudaram a transformar um desastre comercial em um avanço nos negócios.

Quando cheguei aos Estados Unidos, pratiquei terapia de massagem e cura de energia. Claro, ambas as práticas exigiram que eu trabalhasse 1:1 com os clientes e que eu os atendesse em diversos lugares fora da minha casa.

Mas quando meu filho nasceu, eu sabia que queria mudar de direção. Adorei a idéia de transição para um negócio online para que eu pudesse passar mais tempo com meu filho, além de ter mais liberdade e flexibilidade na minha vida.

Como acontece, além do meu trabalho de energia, eu também tinha um outro projeto que era de design gráfico. Foi a partir disso que eu fiz algo bastante original. Combinei todos os meus talentos – cura de energia, leitura dos Registros Akáshicos e design para a web – e transformei tudo em algo que ninguém mais estava fazendo. Eu fiz mais do que design de logotipos e marca para clientes, eu também ajudei a elevar o nível de sua freqüência de Alma, não só para seus negócios, mas também para si.

Então, conectando minhas habilidades ao trabalhar com os Registros Akáshicos com meus talentos como designer, eu conseguia ajudar os clientes a reunir tudo em um só projeto. Ajudei-os a se conectar ao seu verdadeiro propósito além mostrar como trazer equilíbrio para si.

Essa foi uma ideia muito original, não é? (Até onde eu sei, ninguém mais oferece nada como isso.)

Entanto, ao longo do caminho, comecei a me sentir como se houvesse algo mais que eu precisava fazer com a minha vida. Um pouco por vez, comecei a ouvir a esse chamado. Mas, ao mesmo tempo que ouvia, eu também resistia a essa mensagem.

Na verdade, você poderia dizer que eu estava acomodada com isso! Tudo o que eu continuava pensando era: “Como eu vou fazer isso? Como posso ensinar? É muito difícil. “

Mas, como a maioria dos chamados verdadeiros, quando você os ignora por muito tempo, eventualmente algo surge como despertador!

Em um ponto, assumi dois clientes e eu esperava que isso funcionaria bem para mim. No entanto, como aconteceu antes, alguma coisa me dizia que eles não eram perfeitamente adequados para mim. E, no entanto, eu disse “sim” de qualquer maneira e esperava o melhor.

Mas o engraçado é que quando você assume clientes e, por qualquer motivo, não quer realmente trabalhar com eles, os resultados são, muitas vezes, exatamente o que você temia que eles fossem. Esse foi o caso nesta situação.

A verdade é que houve desentendimentos tolos que ficaram fora de proporção. No final, nada funcionou para esses dois clientes ou para mim.

E o que foi pior, eles não me pagaram pela segunda parcela do trabalho.

Então, estava lá, sem ser paga pelo trabalho que completei. Isso acabou levando ao fim do meu negócio.

A questão é que não foi só por causa do dinheiro que eu encerrei o negócio. Eu sabia o que estava fazendo não estava fazendo sentido para mim mais. Eu disse a mim mesma que eu só precisava fazer uma pausa, descobrir-me e descobrir o que eu ia fazer a seguir.

Depois que o negócio se desmoronou, todas as noites abria meu próprio Registro Akáshicos. Permiti-me receber o esclarecimento, a cura e o perdão que eu precisava desesperadamente.

Quanto mais eu trabalhei com meus Registros, mais eu descobri sobre o que levou à queda do meu último negócio.

Comecei a ver que a razão pela qual eu era tão resistente à situação do “cliente problemático” era que eu sentia necessidade de ser valorizada. Os dois últimos clientes não me pagaram E algo em mim acreditava que isso era porque eles não valorizavam a mim ou ao meu trabalho.

Eu encontrei memórias e crenças que estavam diretamente relacionadas com minha necessidade de ser valorizada. Percebi que eram aquelas lembranças e crenças que me impediam. Eu finalmente consegui afastá-las.

Foi então que entendi que a única pessoa que poderia me dar o valor que eu queria, era eu. Eu percebi que não precisava de ninguém para me dizer que eu tinha valor. Eu já sabia disso.

Uma vez que eu me livrei daquelas velhas histórias, coisas verdadeiramente mágicas aconteceram comigo.

Você vê, esses dois clientes me deviam cerca de U$D 1.600, mas ao invés ficar amarga e irritada e enviar mensagens ameaçadoras para me pagarem, eu decidi deixar isso de lado. Por quê?

Porque eu sabia que não precisava deles para conseguir os $1.600 e para provar que eu era valiosa.

Foi então que encontrei a solução perfeita dentro dos meus registros. Com a ajuda de meus guias espirituais, criamos uma fatura energética que transformou a perda em uma baixa nos negócios. Eu descobri que esta era uma solução legítima no mundo “real”! Então eu criei uma despesa comercial real de U$D 1600 para os livros.

Mas para evitar que um novo drama fosse criado e que eu gastasse ainda mais força energética, lembrei-me do dinheiro que me deviam e eu disse: “Vocês sabem o que? Fiquem com o dinheiro. E eu vou deixar isso de lado.”

E você não sabia disso, mas não muito tempo depois que aconteceu, a ideia do programa Propósito de Alma veio até mim. E foi aí que nasceu o Instituto Registros Akáshicos.

Lancei minha primeira aula de Registros Akáshicos, na época era um programa de 4 semanas. Esse foi o meu primeiro programa – que também foi minha primeira vez ensinando QUALQUER COISA – recebi U$D 16.000. Essa é dez vezes a quantidade de dinheiro que perdi quando deixei essa situação antiga de lado.

Então, percebi que ter esses clientes “problemáticos” na minha vida foi a melhor coisa que já aconteceu com meus negócios!

Se você está passando por algo parecido com isso em seu negócio ou vida, onde há alguma falta de comunicação, mal-entendido ou desalinhamento, pergunte-se: “isso tem alguma coisa a ver com as minhas próprias crenças sobre o meu valor?” Você está preso em pessoas e situações porque você não tem certeza do seu valor – e você precisa de outras pessoas para “provar” que você é valioso?

Talvez você esteja tão ocupado buscando a aceitação de uma fonte externa que você não veja o seu próprio valor.

Não muito tempo atrás, fiz uma Limpeza Akashica para os meus alunos. O tema que surgiu neste dia particular foi a auto-estima e a mensagem era clara. Muitas vezes, conscientemente ou inconscientemente, esperamos que outras pessoas nos comprovem que somos valiosos e dignos. Não podemos ser felizes com quem somos sem receber a aprovação de outra pessoa primeiro. Mas a boa notícia é que, uma vez que você entenda que isso acontece, você pode perceber quando está caindo nessa crença.

A partir daqui, você pode reconhecer a evidência de todo o amor que você tem ao seu redor. E você pode lembrar que ninguém fora de você pode dar o seu valor. Se você não acredita nisso e se você ainda tenta ser validado por outras pessoas, é hora de começar a procurar dentro de sua Alma. Onde você criou um contrato que fez você parar de honrar seu valor? É hora de descobrir quais as crenças ou lembranças que podem te reter e trabalhar com espírito para deixá-las ir.

Quando eu finalmente me libertei o que estava me segurando e eu aprendi a honrar meu valor, isso mudou meus negócios e minha vida. Foi o maior avanço que me apoiou na transição de um negócio que era “bom o suficiente” para um que estava completamente alinhado com o propósito da minha alma.

Eu confio que esse processo irá ajudá-lo em alguma área da sua vida também! Então me diga, você pode se relacionar a essa situação? Você já se viu com medo de não ter o seu valor reconhecido nem mesmo por você? Você já se notou buscando validação de fontes externas? Conte-me sobre isso nos comentários – e me avise se minha história se parece com a sua! Compartilhe seus comentários e perguntas comigo nos comentários abaixo!